fanzine Tertuliando (On-line)

Este "blog" é a versão "on-line" da fanzine "Tertuliando", publicada pela Casa Comum das Tertúlias. Aqui serão publicados: artigos de opinião, as conclusões/reflexões das nossas actividades: tertúlias, exposições, concertos, declamação de poesia, comunidades de leitores, cursos livres, apresentação de livros, de revistas, de fanzines... Fundador e Director: Luís Norberto Lourenço. Local: Castelo Branco. Desde 5 de Outubro de 2005. ISSN: 1646-7922 (versão impressa)

sexta-feira, novembro 16, 2018

Nome de um aluno em poema ...



De que falamos quando falamos de igualdade ?


Era uma vez uma menina que não queria ser bailarina , não queria usar sapatilhas , mas usar um fato de macaco e uma chave de fendas . Desde pequenina , que a menina brincava com carrinhos, sonhava sentir o cheiro do óleo e ouvir a banda sonora de uma oficina de automóveis .
Por outro lado , havia um menino que não sabia línguas , tinha vindo do outro lado do oceano , tinha uma cor escuro , tinha outra religião , não acreditava num Deus único ,nem num ser castigador , mas sim na natureza . Custava-lhe crer que a cor , a língua e os recortes sociais fossem modelos da sociedade .
Por outro lado , também havia outro menino que tal como aquela menina não queria ser bailarina , aquele menino queria ser costureiro , lia revista de modas às escondidas ,ia às aulas de costura no lugar de aos treinos de futebol. Esse menino não gostava do seu nome de Pedrinho ,de menino da mata, mas sim de cozer roupas e de criar novos estilos, roupas e penteados num mundo multicor de felicidade .
Hoje todos eles fazem parte da sociedade, seja menina ou menino, ou o menino que quer ser menina ,ou o menino que já sabe falar outros idiomas, ser-se estilista ou mulher, todos eles tem uma forma diferente de serem iguais. Se Raymon Carver tivesse escrito o que era a igualdade certamente seria uma peça de teatro a partir destas três crianças. De que forma poderiam eles ter acesso à cultura , à saúde , Ou não será uma forma outra forma de fazer as leis ? Não poderemos nós ter apenas pedaços de leis escritos em papel que não correspondem à realidade?
Estas pequenas histórias que aqui contamos podem chegar até noutros cantos do mundo,através de outros meninos e meninas de outras épocas que não tinham direito à educação, à cultura, saúde , mas que no futuro escolheriam ser ignorantes , porque preferiam ser idênticos a embrulhos multicores , capas bonitas e reluzentes , atraentes , mas que no fundo não tinham absolutamente nada . Seria esta a escolha do saber?
Afinal quem é que pode afirmar o que sabe e o que não sabe? Serão estes meninos capazes de levar as suas histórias ao mundo? Como poderão eles participar no direito de cidadania, sendo eles capazes de mudar mentalidades, além desses decretos leis?
Afinal o decreto lei não muda as pessoas,mas sim pequenas histórias de vida , quer através de exemplos , nem que para isso tenhamos que ir ao passado , ao futuro ou mudar as histórias infantis a partir de pequenos exemplos de histórias de três crianças dos dias de hoje , que podiam também ser as de ontem , as que não tinham voz , nem esperança. Sendo estas mesmas crianças portuguesas, deverão elas escolher o bem e o mal ?
Sim , essas crianças já têm uma constituição, da República Portuguesa , uma espécie de árvore do conhecimento do bem e do mal guardado pelos senhores da lei na qual a balança e a justiça cega não olha quem poderá escolher quem poderá ser o réu . Todas essas crianças podem colher os frutos da melhor maneira, da forma como quiserem, pois é delas que o mundo espera uma decisão enquanto homens e mulheres do mundo e será sempre a partir delas que o mundo espera a mudança das leis e a forma como elas escolhem as árvores do bem e do mal.
Só assim poderemos falar em igualdade e elas poderão plantar novas árvores, as árvores da igualdade 

terça-feira, setembro 25, 2018

Ovo de fogo cao. XIII

Como as brincadeiras das crianças Pipa vivia do ar . Olhava a vida como mum imenso mar azul cozinhado por uma magífica farinha branca de neve que inalava pelo nariz em momentos de grande prazer . Pelo meio haviam as grandes florestas de vestidos e sapatos da qual a menina gostava de experimentar na bela e fecunda fada do consumismo e que por si só dava para doar a uma obra de caridade religiosa ao qual ela mesma gostaria de pertencer . A Irmandade das Tias Católicas , púdicas, refrescantes e absolutamente loucas . Durante a noite procurava um sultão que a amasse e lhe desse vestidos , jóias e que lhe desse festas que continuasse a dançar depois da meia –noite . “Os sonhos de um papagaio de fio arrastado por uma criança tem consequências desastrasoas “, diziam as línguas mais afiadas . Pipa ou melhor Filipa vivera toda a sua vida num conto de fadas enredada pela velha Nárnia de cabides , calças e cintos da Mosquino e todas as roupas de marca que existem no mundo .
A sua casa era como um porto num dia de tempestade , as gaivotas aportavam por ali , bebiam até cair , algumas ficavam para receber a comunhão da sacerdotiza antes de proclamar a homilia perfeita da sua semana . Um cheiro de Coca . A cocaina dava-lhe viagens múltiplas entre flores , prados cheios de anjos com ténis da Nike , chás das Cinco e discotecas no Além , onde à entrada estava S.Pedro com t-shirts justas ao corpo da Dolce e Gabanna , calças muito justas para se ver bem as partes da frente e a forma bem torneada do rabo. Sim , aquilo é que era o céu onde se podia cheirar ali e dentro , beber até cair .

Depois vinha o acontecimento musical , um gemido e uma letra bem afinada onde os corpos se misturavam numa algarviada que nem a deusa do Amor Babilónica se lembrava de ver e de certeza taparia os olhos …

A menina estava estava sempre pronta para a diversão era uma louca alegre . Destes amigos gaivotas , a sua rede desaparecia um dia . Naquele apartamento estavam todas as pessoas necessárias . A autêntica Maria Joana Canabis , o Pastilha , todes eles lá viviam de bom grado , por afinidade ou desespero da sua vida . Mas a sua grande paixão estava na sua linda cadelinha Coca- Cola branca a quem ela chamava carinhosamente de Coca . Muito pequenina como um novelo de lã , a Pipinha fazia-lhe todas as vontades .
Os seus namorados iam e vinham , porque tinham que ter linhagem , como ela sonhava . Tinham que ter uma casa de banho , e ter casa construída de raíz e ao mesmo tempo dez ou quinze anos e ter um diminutivo e tratarem-na por você .

No fim todos comentavam “Foi você que pediu uma pipa ? “Aqui estou eu , quero ter filhos , ocupação compras em todas as lojas da baixa,não é máximo da caturreira ? “

Pipinha a menina ainda tinha que aturar com os amigos alegretes , enrabadetes ou melhor que davam para um único sentido . O António de Oliveira Salazar . A primeira vez que ela ouviu este nome … delirou . “Que máximo !É da família do Senhor Presidente do Conselho ? “

- Claro , disse o rapaz mentindo . Sabendo que se tivesse um nome ilustre acabaria por ficar lá de graça . Até quem sabe , casar-se com ela . O que ele não sabia é que ela procurava o mesmo que ele um namorado rico . Bem vistas as coisas , no lugar de se
estragar duas casas , só se estragava uma . Diziam algumas pessoas , só diziam longe , como os cães que nos ladram ao longe e por perto vendo a comida chegar abanam-nos a cauda . Tão perfeito este mundo que até encanta ! Era assim o mundo encantado dos brinquedos na terra da Tia Pipa . Todos por um e todos por nenhum , era o salve-se quem puder . Um arraso . Quando a amiga , saía . Pastilha ou melhor o António de Oliveira Salazar . Ia ao quarto da Pipinha e experimentava os vestidos dela … Sabem porquê ?
Porque ele era uma alma sensível , gostava tanto dos direitos das mulheres , até quem sabe fundaria um partido em prol delas , até quem sabe , como aquela personagem da Vida de Brian diria “A partir de agora passo a ser a Antónia , a Antonieta , a Tieta do Agreste , quero fazer a adaptação da obra de Jorge Amado para teatro . Continuava a sonhar aquele actor frustrado . Algumas pessoas canatavam-lhe aquela música dos Habba sobre a Meia Noite e o Engate quando viam passar os futuros canditados a namorados da sua querida amiga Pipa de Noronha , pois era assim que ela gostava de se chamar . Por seu lado António tinha espectáculos , como actor . Não era um actor qualquer , porque fazia um papel que adorava . Ele dizia ter-se inspirado nas tragédias gregas como O Rei Édipo de Wiliam Sheakeaspeare . Mas não era de Soflocles perguntavam-lhes ? Mas vocês que me estão a ouvir , sabem que não é bem assim . O António é que sabia , porque ele era muito inteligente . Era um homem culto , refininado , como todo aquele filho que foge de casa de uma mãe possessiva através de cultos muito sábios do antigamente e que só os mais velhos é que sabem tudo . Meu Deus , como a tradição oral é preciosa . Todas as noites de sexta feira Pastilha ia para um bar de encontros românticos para os animais da sua espécie que só atacam de noite , em bares , encontros imediatos de rede electrónica com direito a ficar à espera de uma resposta positiva . Porque essa bicharada quando sai dojardim zoológico é para assistir de camarote . É tão colorido , tão cheio de plumas , mas este actor nunca , mas nunca acertava uma para a caixa .Mas sem ele saber lá estava a sua amiga Pipa que o via sem saber , porque adorava aqueles espectáculos . Ela era tão gay frendily e sabia todas as fotos dessses encontros , como é que eles se chamavam e podiam comunicar uns com os outros . Ela até tinha um nick para vê-los , porque também gostava de mulheres .Já viram a coerência desta mulher ? Digamos que era uma espécie de salada de frutas combinada , com martini , moscatel de Setúbal , queijo fresco , nozes , e outras frutas secas . Quem vai a uma loja de frutos secos sujeita-se a ficar com acne para o resto da sua vida .

Todas as sextas feiras depois das duas da manhã e depois de ter inalado mais um pouco do pózinho , ela assistia a uma espéctaculo da Kavazaki Histérica .
A Kavazaki Histérica não era uma mulher qualquer no meio daqueles possidónios como Pipa dizia , a Kavazaki cantava ópera , jazz , tudo aquilo que esta gente não conseguia entender . Mas conseguiam fazer um único exercício físico para além de irem ao ginásio comprarem tomates podres para atirarem na linda Kavazaki .
- Kavazaki , vai para a garagem ! –dizia o público .

No entanto esta linda beldade tinha outros atributos fumava canabis , pastilhas e durante este mesmo período tinha visões onde falava da moral e dos bons costumes o que fazia as delícias de Pipa . Ali naqueles momentos de rara beleza ele transformava-se num verdadeiro pastor das almas falando para uma árvore imaginária chamando-lhe Ginginha . Ali estava as origens daquele estranho vício , o latim,o hebraico e todas as recordações da ordem e da disciplina . Pastilha fora um seminarista . Bom ao menos iniciara-se numa batina para fazer os seus papéis de transformismo . O amor ao
próximo era uma virtude e ele gostava de mendigar como se fosse o primeiro sacerdote masculino em honra da Madre Tereza de Calcutá . Ele chamar-se-ia o Terezo de Calcutá . Tinha um raro dom para a pureza e nesse sentido ia buscá-lo à expressão máxima da sua mãe Dona Maria Gomes da Costa que ele evitava falar .
Pipa não sabia nada disto apenas vira um dia à sucapa estas confissões num diário secreto que ele chamava “Memórias Secretas da ültima reencranação da Maria Antonieta “.Todas estas revelações vieram por-lhe a pulga atrás da orelha . Ela tinha que o ir visitar , descobrir quem era a sua mãe . Viveria ela em Santa Combadão ?

Fora ver os rostos de que vistara nos sites de conversação de homossexuais e vira um nome de uma árvore Cerejeira . Ali recordou as alucinações que assitira na discoteca . Mari Ju já lhe havia dito que ele seria um seguidor de Oliveira Salazar , tinha todos os discursos decorados . Parecia uma cassete Salazar repetia todos os discursos . Pipa apetrechou-se de uma ponta de coca e inalouo pó encima de um dos livros para ver se o contéudo lhe vinha todo sem ler … mas ao que parece isso seria impossível .

Numa dessas alturas Pipa via o Demónio do Comunismo que a insitava a deixar toda a onda de conformismo e tornar-se numa proletária e via a sua querida amada : Totta . Como é que era possível a sua eterna mentora ser uma mulher demónio ? Tudo era possível não lhe contara a sua amiga Mari Ju que a primeira mulher de Adão era Lilith ? Não seria ela o Demónio que comia as criancinhas ao pequeno almoço ? Oh , meu Deus fora ela que ditara as palavras ao pai do Comunismo Karl Marx ? Karl Marx não era judeu ? Por isso é que Hitler queria matar os judeus ? Ai Meu Deus que confusão vai nessa cabecinha , disse-lhe a amiga que era um crâneo em História . Fora para isso que fazia uma licenciatura ?

Ovo de Fogo Cap. XII

Coisas de  historinha...Amor  como amor se paga


Sempre gostei   de histórias de  terror . Apesar de viver com todas as mordomias que a minha família  me proporcionou , levou-me desde criança  a procurar o elementar Vlad Drakul . Em pequena desaparecia  horas , procurando o papão , ou qualquer mito contado  pelas gerações , primeiro papão , depois aqueles trastes e mais tarde nem vale  a pena referir. Quando  me tornei autónoma  ,andei de biblioteca em biblioteca, arquivos e registos à procura de uma  boa aventura .

Para além desses seres misteriosos  da noite do qual me  tornei fã  do verdadeiro e original Drácula o qual lutou contra os opressores  otomanos , e que muitos séculos depois  ele  receberia  honras e de ter dado  conta  dos  invasores , foi através do  romance  o  Historiador  que eu me tornei  historiadora , queria seguir as pisadas daquela  professora , sentir  os  cheiros dos  arquivos , do enigma  dos  documentos e daquilo que eles me  diziam , assim como os  ossos  , e outros  documentos são para os  arqueólogos e  médicos legistas, esses documentos  também me contavam as suas  histórias ,e  foi isso que  sempre me  importou na  história , contar uma  boa  história e não fazer dela  uma  instrumentalização do poder , da política ,sempre  odiei pelas  diferentes razões que  os  estados  totalitários usaram o passado em prol de um povo perfeito e  o mais  estranho é que a antiguidade  surge sempre  como o estado perfeito, como a Atlântida . Hoje em dia ninguém sabe  se existiu ou não , mas  que a marca  de uma  civilização perfeita  que  é apropriada não só para modelos  políticos , mas também para filmes , livros , contos e histórias de ficção científica e nas telenovelas  .Mas as  histórias que nos contaram  podem ter diferentes rostos , quem se dedica  à pesquisa  histórica , bem sabe disso , por essa mesma  razão incomoda muito quando se  diz que não existe  história  contemporânea  ou que  determinados  povos eram extraterrestres , dou-vos dois casos , um deles  é o da terra  onde vivi na  minha  infância  Canha  onde  toda a gente  afirma ter existido um  castelo , mas o mesmo  não aparece em lado algum , apenas nos  memórias dos mais  velhos  que lhes  contaram, mas esquecem-se  que  essa terra  fazia parte da  Ordem  de Santiago não ?
O segundo caso tem a ver com os  Egípcios , é verdade , a maioria das pessoas  acreditam que eles eram extraterrestres , seres estranhos , pela  sua  forma de vestir , de pensar , pelos  mitos , pelas  pirâmides . Alguns e algumas dão aso a isso  colocando a  Alice de  Lewis Carrol , Pablo Picasso ou mesmo até o recente gabriel  Garcia Marquez como herdeiro desse  campo ... ou noutro caso  seria  Freddy Marcquery a reencarnação de  Ramses II ? Só   para vos dar  exemplos tudo isso  pode ser uma boa  estratégia  para fazer um mestrado em  Egiptologia ou  procurar recepções da antiguidade , na história , os filmes de Rocky fazem essa mesma  apropriação da  história de  Aquiles e de  Heitor , até a  história de Vertigo  vai beber de  Pigamalião , e então meus  amores , se formos a  Fernando  de Noronha  e  criarmos uma variante de  Homero , mais  tropical onde um Ulisses é um escritor  com  uma crise de identidade , ou até Jocasta  é filha de um comunista  , vítima da  ditadura  militar e a história de  Rei  Édipo é transformada  numa tragédia brasileira  , com  pais e mães de santo onde  tema da  tragédia , do destino se designa  na história  brasileira  por Mandala  que na realidade  vai desaguar no Karma e esse nome  não é afinal um parente afastado do destino ?

Quando  em 2010  optei por  fazer o mestrado  em História Contemporânea para  estudar o quer que  fosse  , ligado aos  últimos acontecimentos ligados ao médio oriente  sobre o Iraque, ou que havia acontecido não sabia de modo algum que fazer ligações entre  o passado e  o presente teriam efeitos secundários , muito menos questionar a qualidade do ensino , ou a metodologia de alguns ou algumas  historiadoras . O grande erro  dos   mestres e doutores  não é  pesquisarem , mas sim tornarem-se escravos dos seus próprios arquivos , de não terem o diálogo e de viverem com medo da mudança . Como diz a sabedoria  popular em casa de quem não trabalha , todos ralham  e ninguém tem razão , no dia  em que todos deixarem de pesquisar os mesmos  arquivos , e se  existem tantos casos sobre o Estado Novo pois agora já se ouvem  vozes que  exclamam e exultam pelo seu regresso , pois esquecem -se uns do que os seus pais e avós passaram , há outros que  se tornaram detentores da verdade  e o mais irónico e aqui sou capaz de concordar  com alguns velhos do Restelo ,é que a história antiga e que muitas  vezes aqueles  que foram perseguidos , tornam-se então os verdadeiros caçadores incapazes de  pensar  ou de reflectir naquilo em  aquilo que se tornaram , alguns deles que foram advogados  ou que estudaram ciência política se  tornem depois  historiadores de uma causa , não se esqueçam eles que a cidade é assombrada  por uma misteriosa peste a que todos  querem acabar , e que para isso  surge  um herói que  terá que passar  por duras provas , oxalá seja o filho do rei para descobrir que matou o pai e casou a mãe , oxalá não descubra como na Oração da Peste de Musrsillis II que   foi o seu  pai que  deu origem a essa  tragédia ...Talvez possamos  usar a velha  máxima do  universo " Amor com amor se paga " , ou na maior parte dos casos se diz que" aqui se faz , aqui se paga ..."  Parece  que  o passado  está regressando e que a lei do universo  ou da lei  da  vingança como se fazia  no Antigo  Testamento da  Bíblia ou mesmo até na  Grécia antiga havia  a lei da Prorréssis , o direito da  vingança , em que os familiares deviam limpar o nome dos  pais   haviam sido caluniados .
 A história deve ser  cega tal como a  justiça , sejam ricos ou pobres , sejam quais forem o regimes , mas  não só do lado de certas  posições da táctica do xadrez porque aí sim acabamos por  abrir a nossa  sepultura , ou na melhor das hipóteses daremos a aso a criar um bordão de uma personagem da  Rainha  da  Sucata  dita   pelo saudoso Paulo Gracindo  " Coisas de Laurinha" quando a esposa fazia as piores patifarias , para  se  manter intacta . Assim poderemos  dizer em relação à história ou a alguns pseudo historiadores que usam a sua  posição  política   para fazer  historia  , porque não são capazes de olhar para lá do  arco -íris , não conseguem descobrir que  afinal que o velho  feiticeiro de Oz não tem capacidades mágicas  para transformar  os arquivos em fontes vivas , porque só sabem ver o que lhes  convém , talvez sejam  como a rainha de Copas  e que gritem "Cortem-lhes a cabeça ". Por isso só podemos  dizer como Betinho Figueiroa " Coisas de Historinha " .

A importância da leitura e da escrita na formação dos jovens*



A leitura de livros nos nossos dias não é muito vulgar “no que toca aos jovens estudantes”.A maioria dos jovens não lêem , o mesmo se pode dizer da ecrita.
As pessoas no geral só praticam a leitura e a escrita em caso extremo. Por exemplo, alguns dos meus colegas de escola só lêem ou escrevem quando solicitados pelos professores , ou quando pretedem mostrar algo perante a turma. A meu ver , a escrita e a leitura completam o homem, e desta forma só podemos construir a nossa cultura através da escrita , forma , através s da aprendizagem e experiência de cada um de nós . Quando escrevemos uma obra , um texto não literário acabamos por expôr as nossas ideias, mesmo as mais íntimas . Assim todos os meus textos , as minhas leituras refletem as minhas ideias , os meus medos e desejos . Todas as leituras , frases e escritas minhas representam-me como pessoa , o meu ser como modelo de mim mesmo . Se um dia os meus descendentes quiserem saber de mim , sobre as minhas vivências poderão descobrir nos meus diários aquilo que eu ouvia , lia , escrevia e pensava , assim sendo serei um filho do meu tempo , um ser vivo , uma biblioteca onde cabem dentro do meu cérebro mais de mil livros dentro do meu cérebro . Cada ideia é uma leitura , é uma estrada que vai ao encontro do seu destino . As minhas leituras são auto-estradas que viajam por países, jardins floridos e
me encontro com seres que acreditam na minha existência . Podem ser as minhas plantas , os meus jogadores de futebol , treindadores favoritos , mas isso terão que me seguir para um outro mundo . Um mundo colorido cheio de máscaras ,claques , festas e urras com vovozelas e tudo … O meu mundo é o Futebol. Poderia dizer que ali o País das Maravilhas seria completamente diferente …a Rainha de Copas mandaria todos os jogadores para o Campo da Minha Escola , da minha Casa onde fosse … quer que fosse o mundo esse seria o mundo de Fred.

*Texto escrito por um aluno meu sobre  a  importância do plano nacional de leitura nas disciplinas de Língua  Portuguesa  em 2013  .

quinta-feira, setembro 06, 2018

Ovo de fogo Cap. XI

Olá !  Eu chamo-me  Marx e o mano aqui  do lado chama-se  Engls ... É verdade , meus putos , temos estes nomes  invulgares , não porque os nossos  pais sejam de ideias de esquerda , mas  nós achamos , no meio da nossa  tribo de writters  que o melhor seria dar um nome  pomposo  da filosofia  política e  ainda leva o mundo  a andar de candeias às avessas  !  A utopia  dá sempre uma  boa viagem , com um local de destino daqueles a que  nós ao fumarmos uma  boa terapêutica passa  chamada  Canabis ,,,,mais um daqueles   comprimidinhos  nas pistas de dança nos levam a milhares de lugares ...
  Canabis poderia ser o  nome de uma passa de tabaco , mas  na verdade  é a nossa  melhor amiga , em alturas de apuros em que assumimos o nosso verdadeiro relato contra a humanidade e a injustiça .
 A nossa sociedade secreta  em  Utopália está com os dias  contados e nós tipo , cientistas marados de   viagens  no tempo optamos  por nos encontramos  com aquele que o pai do socialismo  marxuista , do comunismo e de outras oportunidades .
Deixem  que vos diga que a nossa aventura começou no dia  1 de Maio , no dia do trabalhador , só não sei o que nos  aconteceu depois , porque a batida foi verdadeiramente forte , porque levamos alguns dias e horas  a descer à  terra ....

Tudo nos  aconteceu , foi porque fumamos um  pouco do ovo de  fogo , do dragão  , para o cenário que íamos desenhar naquela parede e aquele  cenário ,mano ia  ficar mesmo  bacano , mas há dias em que nós  temos mesmo azar e nem por Marx , Rosa Luxemburg , Estaline , ou Che guevara , todo o mal do    capitalismo nos aconteceu...


Carro , autocarro , boleia , nada , a primeira coisa  que nos aconteceu foi termos sido abordados pela  polícia ,  quando nos pediram os nosso papéis ... Apenas conseguimos um  daqueles  transportes , cheios de  galinhas, porcos e  começamos  a falar com eles  , mas por incrível  que pareça , os bichos conversavam connosco e davam-nos conversa . Seria imaginação nossa , ou seria   nosso  estado  avançado de utopismo sociológico   ficamos a falar   com porcos e sentimo-nos mais  uma  daquelas personagens do Triunfo dos porcos e  achamos que  devíamos  lutar contra os Macdonad´s , e a carne do Porco, e sermos  vegetarianos . .   Decidimos  por de lado a revolução e   irmos ao encontro da nossa maior  eleitora ,a jovem  Sarah .....  e encontramos   a   razão da nossa  viagem : alguém nos tentava   alvejar , só sabíamos que  naquele momento deixamos a filosofia  política de Parte e passamos a ser George Orwell  .e  Ernest  la  Fiesta  ....


terça-feira, setembro 04, 2018

Ovo de Fogo Cap . X




Enquanto  esperava o  seu colega  Necessidade  estava em dúvida , cheia de medo , com aquele nervosismo habitual da primeira vez ...  Enganem-se de que não é aquela  primeira vez , do outro lado  o Troll  ou hacker de nome  Quitoso  fotografava  a  jovem historiadora que nos  tempos livres se  fazia passar  por vampira zombie . De onde  é que aquilo lhe viera  à  cabeça ?
Talvez  das suas pesquisas sobre o império otomano se devessem a dois motivos a Bram Sotocker , as suas pesquisas  que fizera para o mestrado em Litertura inglesa  onde  procurara a  história do famoso Drácula e daí ter tido a  ideia  para o jogo " Ovo de  Fogo " .
Vlad Drakul pertencia à  família do   dragão e ao mesmo  tempo, foi até mais  longe na busca de um homem  que  lutou bravamente  contra o povo invasor , católico fervoroso ,  valeu-lhe  talvez a dimensão minuciosa da descrição  de Elisabeth Koslova no romance  " O historiador " A  partir dessa altura começou a interessar-se pelo  povo invasor , e sabia  também que parte dos seus antepassados haviam  fugido  para lá , retornando nos anos quarenta com as  chaves de  casa . Sarah   odiava  aquele período sombrio , e  voltar a  Jerusalém era um martírio , as histórias de violência . Em vez de  ouvir  histórias de príncipes e princesas  ouviu desde miúda histórias de sobrevivência . O alemão era   uma língua proibida  na família .  Aos onze anos  com Bazar Miznov  aprendeu hebraico  clássico e decidiu  seguir literatura para poder  criar  outros mundos , mas foi aquele  romance que a  fez voltar atrás , ir à procura das suas raízes .    E lembrava-se então de um grupo de  homens e mulheres que  faziam parte de um   imaginário da sua  família ,de histórias em  cadernos empoeirados e de  se inscrever no Goethe Institut  às escondidas para  aprender alemão e história antiga , a  história  da anatólia    hitita , das peripécias da primeira  guerra mundial .  Por isso  enquanto esperava  pelo  Ulisses  XXI  , ou  com quer  que fosse  entretinha-se a  ler  o seu artigo com base em duas telenovelas turcas O magnifico Sultão sobre a  vida de Sultão Suleiman e da  Sultana Kosem . Não nos devemos esquecer  que  ela sabia  a antiga língua  persa , o  farsi ,  o turco , e da mesma  maneira  que  sabia essas línguas enigmáticas ela  aprendia  também as línguas  indo-europeias . Naquele instante revia  o artigo  " Sultanas , Sultões e haréns  e o  imaginário do médio oriente na  ficção literária , musical e  televisiva para a revista  Femina  :


"  (...)O harém  denominado cerralho  por Mozart descrito como locais de perdição nas cartas Persas de Montesquieieu  , mas foi ao longo  dos séculos que  os haréns foram descritos como lugares de luxúria , quer através do imaginário europeu , quer através do   fascínio ou ao mesmo tempo nas descrições dos quadros pintados pelos pintores  franceses nos  momentos de independência europeias .  Todos esses elementos   deram-nos uma  imagem errada de um local estritamente feminino , proibido aos homens tendo  como condição  ser.se  membro  da  família . Nesse caso , o imaginário do harém centra-se sobretudo na força de duas mulheres  Hurrem  e  Kosem que deram cartas  na  história do império otomano . Assim sendo  e conforme  o  título indica pretendemos  dar a conhecer  duas mulheres  evocadas recentemente em  duas novelas  de época   turcas  se centram em mulheres de estado na verdadeira   noção  política  definido    por Maquiavel . Ao longo desta apresentação iremos    conhecer a sultanas  Hurrem e Kosem .(...)"


Naquele instante   o telefone  toca , erao  tal jovem que se ia  encontrar  com ela   que tinha o nome de  código Hooper que escolhera aquele  local  , pois aquele local  lhe fazia lembrar o famoso  quadro " O automato " .
-  Nec  ,  sou Hooper , temos que  sair  daqui , Quitoso  está à nossa  espreita e o nosso  disfarce não pode ser  descoberto ! Ninguém pode saber   das próximas  movimentações do  Ovo  de Fogo. Tens que  sair  daí , mas  discretamente . Rápido .

Naquele instante um  vulto   preparava-se para  acertar em  cheio  na jovem  historiadora . O que teria ela  que o  podia por em perigo  a identidade deles  ? Ou quem queria  revelar aquele  grupo ?


Ovo de Fogo Cap IX

Pois  ali  estava  ela , a nossa artista , a famosa necessidade compulsiva  a    contemplar uma  chávena de café , olhava o  fundo da chávena , como se pressentisse  nas borras do  café a desgraça  que  vinha por ali .  A sua avó uma  turca que vivem nas margens de Bósforo  lutara Há muitos séculos   com aquele afamado  Conde Drácula , o tal Vlad Drakul . Diziam  agora que ele  havia chegado a Setúbal , mais ou menos com o nome  de  Ulisses  na Praia de Troia , ou simplesmente na Ilha de Acalá . Esperava o seu informante , fora da net  "Necessidade Compulsiva"  , a vampira zombie era  uma  detective  , uma mulher polícia .   Ao lado ouvia  o murmurar das pessoas , que  entravam e  saiam da rua no meio daquela tempestade  infernal .

  Do lado de fora surgia o misterioso jogador Dj FJC   com quem vinha falando no site de  Ovo de Fogo ...
Do outro lado , observou o contraste do claro e escuro, das  luzes que iluminava a rua .  Observava-os ao tal Fred,  e à Zombye e ele  Quitoso , havia de lhes dar  a prova concreta daquilo que queria ou retirar-lhes  o anonimato .

segunda-feira, setembro 03, 2018

Ovo de Fogo Cap. VIII


Como terão entendido  a forma deste jogo o " Ovo de  Fogo " tanto me permite  ser Martinho Lutero , Gil Vicente , D . João III  , ou outra personalidade qualquer , há algum tempo atrás alguém tinha um programa de  computadores que  os fazia  entrar no tempo dos antigos , indo aos mais sinistros tempos ,  como qualquer nave espacial este jogo ,chamado  Jogo de Fogo permite-me também ser um autêntico  Cristiano Ronaldo da  estratégia e ver os Galgos de  Amadeu de Sousa  Cardoso ,será ? São tantas as épocas que os  vejo com um número  7 , depois  viajo até  Troia e  vejo as almas penetrantes , mas essa  aventura contar-vos -ei em  breve , do que se passou entre os dias  13  e 27 de Julho , que me dei conta que  um  jovem cheio de tatuagem internauta e haker como eu , se chamava Baal  e vinha de um tempo muito antigo , mas  isso  contar-vos -ei   amanhã ou depois , porque somos imensos  , inúmeras pessoas  à procura da mesma   coisa . Até há uma  Haker chamada  Necessidade  Compulsiva e se faz passar  por  vampira ... aqui há de tudo .... porque todos nós , gostamos  mesmo é de jogar!

 Jogar , jogar e jogar ! Entrar dentro de um outro mundo, um mundo onde entramos dentro de uma realidade , entramos dentro de outros espaços , palácios.E é tão bom esquecermo-nos daquilo que fazemos do que somos e entrarmos dentro de outra realidade .

Deixamos de ser nós completamente e passamos a ser outra pessoa noutro universo, entrar em casas  ou  palácios , como vos falei , sermos autênticos jogadores , sentirmos o perigo à flor da pele e não sabermos quantas vidas iremos ter . Os nossos inimigos espreitam-nos cada esquina . Confesso afinal quem sou , sou Assassino , um descendente directo , tenho esta aparência
 de rapaz de doze anos que estudo aqui mas trago uma carga muito pesada , quero recordar outros tempos , ir até à Idade Média , aos tempos das lutas contra os infiéis  , mas agora estou a revelar-vos e vender-vos a memória , uma pequena cápsula dentro do nosso olho como se fosse uma lente e conseguimos ver tanta coisa . Só tenho apenas uma única preocupação … como heide passar ao próximo nível dos Assassin’s Creed ?

Neste jogo todos nós descobrimos que somos assassinos , ladrões e recordamos a vendetta contra a nossa família em Itália … e tudo isto foi-me dito por Júpiter , o rei dos deuses , equivalente ao rei dos deuses gregos , Zeus , Minerva , a deusa da sabedoria que é apresentada por uma coruja em Atenas e por fim Hera ou Juno , todos eles estão presentes e que me dizem o que fazer … apenas tenho que recuar e avançar no tempo . Foram estes seres imortais que me deram a oportunidade de poder jogar , pois é realmente aquilo que eu gosto de fazer. Tchau malta até amanhã !

sexta-feira, agosto 31, 2018

Ovo de Fogo Cap. VII



Tendes medo da morte e da pena de morte ? Pois muito bem nobres senhores , vinde a mim nobres mortais .
Pois ele conhece muito bem os humores destes frades, alcoviteiros e Joanes . Não tenhais medo deste pobre Diabo!
Tudo aconteceu há cerca de quatrocentos e noventa anos .Talvez por isso a Santíssima Inquisição tenha vindo logo a seguir .
Hoje faremos uma viagem no tempo para vos explicar como surgiu o tribunal da Santa Inquisição .
Quem foi afinal Gil Vicente e que obra foi essa em que ele me colocou lá naquele batel infernal ?

Bem , caros turistas do Além ,estamos a 15 de Fevereiro de 2014 e neste momento vocês acabam por morrer de amor …Ah ! Ah ! Ah !
Ou se melhor preferirem Ka, ka , ka !Estamos na fase que o lol acabou … aqui no Inferno não dava para aguentar.
Com todos os diabos dos adolescentes mortos que andavam a partir cadeiras nos meus cornos , como se isso fosse possível !
Eu dei-lhes o lol … foram todos transformados em torresmos!
Ah!Ah ! Ah! Como sou bandido!

Esse senhor Gil Vicente viveu numa época de transição do mundo medieval para o mundo moderno .
No fim do sé culo XV, para os meados do século XVI, a Europa entra definitivamente na fase do capitalismo mercantil : a actividade principal deixa de ser a agricultura e passa a ser o comércio; a troca de produtos aumenta e passa a ser feita através da moeda , o que conduz ao aparecimento de grandes casas financeiras e ao aparecimento das operações bancárias .
No século XVI , intensificam-se os contactos dentro da Europa e procede-se à descoberta e colonização de novos continentes . O comércio é então, desenvolvido à escala europeia e intercontinental .
Em 1517, um clérigo alemão , Martinho Lutero , protesta contra a corrupção dos costumes no interior da Igreja Católica .
O Clero era um grupo social poderoso que acumulava riquezas e levava uma vida de luxo e de ostentação.
Lutero pretendia a reforma da igreja e o regresso aos ideais cristãos de origem: uma fé interiormente vivida, liberta de interesses materiais e do fausto dos rituais religiosos .

A Reforma desencadeia uma crise na Igreja e a criação de um movimento oposto ,a Contra Reforma , que pretendia , que pretendia impedir o avanço das novas correntes de pensamento . Extremamente poderosa na Península Ibérica a Contra Reforma criou um tribunal poderoso ,a Inquisição , que concretiza a repressão ideológica .A Inquisição perseguiu e condenou muitas pessoas e proibiu leitura de múltiplas obras , que figuravam numa espécie de” lista negra “ – O Index . Autores como Gil Vicente , Bernardino Ribeiro , Sá de Miranda e João de Barros viram as suas obras censuradas , isto é . censuradas , isto é , alteradas ,cortadas ou acrescentadas , antes de ser autorizada a sua publicação

Ovo de Fogo Cap. VI

Escureceu de repente . Não sei que caminho seguir . Vejo apenas uma estrela que me acenava . Apesar de levar uma lanterna . Sinto-me cheio de sono e aos poucos o cansaço vence-me . Coloco a minha moxila no chão , procuro o saco cama , e não sei que estou a ser vigiado . Ao longe a estrelas comentam com as outras que eu procuro um tesouro perdido entre as areias que dava acesso à gruta dos tesouros imortais .

Para poder entrar nessa gruta tenho que passar por pássaros de pedra , demónios que deitavam labaredas e serpentes que se transformavam em raparigas . Diziam os peregrinos que todos aqueles que ali entrassem eram obrigados a jogar futebol e que se perdessem a sua cabeça seria transformada na próxima bola de futebol . Dizia-se que o jogador sabia sempre quem era próxima vítima , para tal necessitava de mostrar a cada um deles uma doença chamada Sidroma de Seth . Segundo a lenda no país das pirâmides um deus maléfico chamado Seth colocara os seus males a favor daquele que no futuro quisesse mudar a sua mente e transformar-se num ser insivel ou ser quem ele quisesse . Seth era irmão de Osíris . Invejava os poderes curativos e mágicos do irmão e decidiu matá-lo . Decidiu oferecer-lhe um frasco contendo a poção da fertilidade , riqueza e sabedora . Mentira ! Nada daquilo era verdade , era apenas um meio para que o seu irmão caísse rendondo e se fosse desfazendo aos poucos e se transformar em areia negra …

Eis que o diz o folheto daquele local que esvoassa à minha frente : Sidroma de Seth

Sintomas: Capacidade de se apropriar nas cores das paredes ,transformar-se em setas venenosas ou fazer tempestades de areia , mutação de peles , transformando-se em burro , lobo ou lebre .

História : Segundo uma lenda muito antiga o deus Seth decidiu tomar a cápsula da imortalidade através de um comprimido de papiro por sacerdotes nos templos para interpertar os sonhos dos mortais . No entanto um desses sacerdotes teve um sonho com o próprio deus que lhe daria a capacidade de se defender em caso de guerra , evadir-se ou transformar-se em seta atirando-se contra o seu oponente . Em casos de embuscada , o sacerdote poderia esconder-se sob a forma de diversos animais transformando-se no próprio deus Seth . Recentemente a egiptóloga russa Sachenka Loriosky descobriu um tratado mágico que fala sobre os diversos sonhos descritos pelo sacerdote Ré – Ib onde está a capacidade de transformação daria lugar a uma pandemia ou sidroma de Seth .

Tratamento : Neste local há um antídoto chamado o Beijo de Ísis . Este antídoto deve –se em parte às artes mágicas da deusa Ísis.
O local onde se deveriam recolher seria num local discreto onde o deus Osíris teria sido morto. Talvez eu pudesse ser a pessoa ideal . Estava prestes a entrar na gruta . Eis que um ser enorme , de cabeça de homem e corpo de animal , me olhou:

- Alto lá pequenitates , ao que vens ?
- Ora vejam lá o bicharoco que tem a mania que já fala , quer-me dizer porque razão está aqui e me faz perguntas ?
- Aqui quem faz as perguntas sou pequenitates ! –disse o griffo furioso.
- AH ! Mas quem é você para chamar pequenitates ? Ou avis anormalides ? Tem cabeça de ser humano e patas de animal ? De onde é que você vem ? Do circo Chen ? Ou faz figuração no Você na TV ? Francamente!

- Ah ! Piolho ! Vais jogar futebol ! Vais , vais !
- Não vou , eu nem sequer gosto de futebol. O que quero é falar com Seth …
- Ah ! Queres ficar com o Sídrome de Seth ? –
Mal sabia o passarolho que eu fiz uma pequena baba e disparei contra ele …
Que nojo ! O bicho gritou e desfez-se todo , partiu-se todo . Era chocolate , ou lá aquilo que era . Ah minha frente floresceu uma árvore que me conduziu a uma série de cidades mágicas onde podia fazer o que fizesse , jogar , sonhar , tomar banho , correr , ou esconder-me no meu mundo e ser quem eu quisesse . Agora estava nas minhas sete quintas .

Ovo de Fogo Cap. V

Nem todas as pessoas conhecem a cidade de Lisboa como eu . Fui eu que à cerca de cinco mil anos fundei a cidade de Lisboa .Não é incrível uma cidade ter o nosso nome ? Pois é Lisboa tem o meu nome , Roma foi fundada por Rómulo e Remo os dois irmãos gémeos que se mataram , mas eu não tive que matar ninguém . Apenas tive que inventar um doce , mais , mais ou menos feito com uma espécie de pastel , onde o leite , as natas , massa folhada , margarina , e até mesmo ao cortarmos um pedaço de limão e por fim salpicarmos de canela . Sabem como se chama ? Vocês saberão como é que s e chama esse doce ou se bolo ? Pois bem é um pastel de nata . E fui eu que o criei . N a altura esta cidade era dominada por um grupo de mulheres chamadas Harpias que devoravam qualquer pessoa , e elas eram especialistas nas artes dos pasteis de Belém porque se alimentavam de um sangue muito especial , o dos pasteis de Belém . Mais outra razão , para ser o fundador desta cidade … e de tomar o poder sobre elas . Lisboa, Belém . Basta sentir o cheiro desses pastéis para acordar e partir para a minha cidade . Todos vocês se perguntam como é que eu cheguei ao século XXI com esta aparência de galã , de jovem doce e despreocupado ,como se a vida para continuasse a ser uma eterna juventude ? Pois bem eu sou um vampiro , mas não sou um vampiro qualquer , fui mordido pelas Harpias e que me transformaram num ser imortal.
Ah ! Pensaram vocês ,e le bebe sangue . Não , não bebo , até porque desmaio ao ver sangue . Não posso ver sangue . Tenho pavor a morangos , sangria , tudo o que for vermelho , Me lembra a guerra de Tróia . Mas é do doce que eu gosto mais . Reza a lenda que a Guerra de Tróia não se deu na Grécia . mas na Tróia , sim , numa Terra Portuguesa . na altura aportamos lá , e dizia-se que Helena , a de Helena de Tróia ali num spa havia inventado um doce chamado Pasteis de Belém em honra do libertador das mulheres , chamado Profeta de Belém , pois iria nascer em Belém . Na altura acabei por me rir . E doce com um nome de um profeta pode dar muito azar . Foi daí que se desencadeou tudo , a guerra e avinda de todos os barcos à procura de um deus fenício , chamado Baal , que quer dizer Senhor . Um nome que invocava não a morte dos filhos mas o dia em que todas as doceiras faziam um pastel , com margarina , que vinha de uma vacaria , lhes retiravam leite , e dele se faziam as coisas mais incríveis , leite , margarina e natas , depois amassava-se tudo com uma farinha e zás … saíam do forno os pastéis de Belém ,
Nessa altura eram as crianças que eram sacrificadas para esse Deus e ele soltava umas mulheres com asas negras e tentavam roubar-lhes os pasteis e elas bezuntavam-se com esse creme para se salvarem delas , pois acreditavam ser um repelente . Que excelente estratégia teve este Deus .! Pois foi através disso que as Harpias começaram a alimentar-se de crianças ao serem picadas o seu sangue começou a correr doce e em tom irónico começou a ter o nome da cidade judaica , onde seria uma piada contra aquele homem que morreu na Cruz Cristo . Este era um doce muito perigoso que iria dar uma raça muito forte que os humanos nunca iria saber de nada tornava-os viciados , e o nome mais corrente desse vírus chama-se diabetes . Eu prefiro chamar-lhe o grupo dos Vampiros do Sangue das Harpias .

Depois de ter experimentado esse doce , viciei-me nele e necessitando de novos seguidores da causa dos pasteis de Belém Criei eu nesta cidade lisboeta Baptizada com o nome de Odisseu . Disses-lhes que se provassem aquele doce se tornariam imortais , só nãolhes disse que se eles os comessem seriam visitados pelas harpias durante a noite e que seriam mordidos seguir-me-iam , só não lhes disse que eu iria viver para sempre !
Belém e Lisboa os meus locais favoritos . Nunca ninguém soube , mas eu estou lá sempre , em todas as festas , todas as fotografias importantes . Hoje dia de nevoeiro , tenho um nome muito maisestranho , senti o cheiro dos pasteis de Belém . Saí do Museu Nacional de Arqueologia e próximo de umas inscrições que me fazia viver ao olhar para as pedras onde estavam escritas em grego e latim da receita dos pasteis de Belém . Eu . Ulisseis , o rei de Itaca ,vivera para sempre , mas para nós seres imortais , Bebedores do Sangue das Harpias não prescindimos dos famosos pastéis de Belém E eu sendo um deles acordei com esse cheiro , transformando-me num ser humano por algumas horas . Valia bem esforço , comer novamente aqueles deliciosos pastéis de Belém . Até estou a ficar com água na boca . Até breve . Vocês têm muita sorte em não estarem aqui a gora se viciarem neste delicioso pastel de nata . Ou será que já estão ? Se não,  levantem-se  dessas mesas e sigam-me seus preguiçosos !

quinta-feira, agosto 30, 2018

OVO de fogo Capítulo IV




A noite do Halloween faz-nos lembrar com cada coisa … Não é que me fui lembrar da história da Penélope , Telemaco e Ulisses ? Oh , meu Deus , não devo estar nada bem !
Ainda por cima , com este trabalho que tenho que fazer … Senti uma brisa estranha , as folhas das árvores esvoassavam , tocando-me asperamente como se fosse a língua de um gato .
-Não temas , disse a voz . Eu sou a deusa Minerva . Aquela que estava presente nas acções mentais dos homens . Sou mais velha que todos os teus familiares juntos …
Não podia acreditar naquilo que estava a viver , seria pelas histórias cheias de fantasia , das partidas que me faziam , ou seria “uma pegadinha “como dizem os brasileiros
“Vou pagar p’ra ver “, pensei . Até que tive uma ideia maravilhosa … já que ela era mais velha como dizem os brasileiros . Será que ela me podia contar a história de Ulisses antes de a escrever para a escola?
Imaginar o passado é tão estranho …
- Ah ! Não queres imaginar …? Isso é mau … -disse-me a deusa .
- Então ? –perguntei morto de curiosidade .
De um momento para o outro vi –me numa praia e aí olhei um homem dando à costa .
- Quem sou eu ? Onde estou ? –perguntou o homem de cabelos compridos e barba …
- Fala –disse-me a deusa . Agora falarás por mim , mas quando acordares não te irás recordar de nada , pensarás que foi apenas um sonho .
- Estás vivo , Ulisses –disse eu .
- Tu estás vivo , estás em casa , depois de viajares durante dez anos . Estarás tu preparado …para enfrentar a realidade ?
- Porquê ? Muita coisa mudou , Ulisses.O teu reino,a tua mulher é seduzida conquistada diariamente , e não é só pelos seus lindos olhos, mas também pela posição social …
- Ah ! Vou vingar-me deles , um a um e vou desfazê-los…
- Nada disso, vais disfarçar-te e eu faço tudo isso …
- Senhor…
Pouco tempo depois Ulisses estava irreconhecível e graças a mim , eu era um deus , um bruxo, aquilo que quiserem pensar de mim , mas estava agir de acordo a minha consciência … Parecia um daqueles mendigos , um vagabundo ! Estava uma lástima , o rei que vergonha !


Apesar d as dificuldades , Ulisses conseguiu ser reconhecido pela ama da sua esposa . Ulisses seguiu à risca as minhas indicações , que se passasse por mendigo e que fosse pedir esmola no seu próprio palácio e se apresentasse como pretendente da sua própria mulher …
Não era o máximo eu estava a ver tudo como se estivesse no cinema , só faltavam os óculos 3 D … até tinha vontade de comer umas pipocas …
Claro que não podia fazer isso , a deusa era tão rígida , tão séria que nem sequer podia cantar , dizia que Orfeu … o flautista desaparecera à procura da sua amada , Euridice …
-Ah , desculpem –me estar a contar-vos tudo , mas isto foi tão maravilhoso , ver a forma como ele se apresentou . Apesar daquelas vestes pegajosas , rasgadas , cheias de nódoas e buracos…
Ele tinha um aspecto meu Deus …
Até parecia que andava ali na Avenida Luísa Todi a pedir moedinhas … mas foi pedir moedinhas à sua mulher … e a parva não reconheceu , mandou os guardas expulsarem-no dali …
Como é que era possível estar a acontecer ? Foi então que decidi agir por conta própria , sem que a “deusa que me enerva “ me estivesse a controlar …
Fiz com que aparecesse de uma só vez o seu càozinho Argus , tão giro, tão felpudo , e já muito velho que reconheceu o seu dono . Ladrou tanto que o palácio todo foi à janela …
- Ai meus deuses do Olimpo , já não se pode abrir as portas da casa que vem toda a gente a correr ?
- Ai , minha senhora o pedinte desmaiou , e está cheio de sangue , disse a sua ama de leite .
- Então leva-o para a salinha , dá-lhe de comer , lava-o , ou pede a umas das escravas que o lavem , que aquilo parece cheirar à cabeça da Medusa …
- Ai menina , e se daquele corpo saiem cobras …
- Euritreia , tens com cada ideia ! Depressa antes que os cronistas vejam tudo , descrevam tudo .Ainda por cima aquele chato do Homero que está aqui a fazer pesquisa para escrever um romance em verso , chamada Odisseia , diz que sobre o meu amado Ulisses … Ai que saudades …
- Ah , menina , o que faço se aparecer aquele detective … o Hérodoto ?
- Outro que tem a mania que só fala as verdades … leva-o para a biblioteca , ele que fale com os pretendentes , pede-lhe que faça perguntas…
- Pois , menina , mas ele acabou de encontrar o tear desfeito novamente e foi contar tudo …
- Só me faltava isso agora , deixa-me pensar tens um pano e umas cordas ?
- Mas para quê , Penélope ? –perguntou ama cheia de curiosidade .
- Não faças perguntas , Euritreia . A curiosidade matou o gato … Vê se há nos armazéns se há um bom pedaço de madeira e pede a um dos carpinteiros dar-lhe uma forma idêntica a um barco ….
- Para quê , menina ? –perguntou-lhe a ama .
Não aguentei mais a curiosidade e disse :
- Olha para fazer Kite surf … ele que vá andar pelas ondas ,para não meter água …
Minerva ouviu os gritos de Penélope . A ama chorava … A deusa Minerva apareceudiante de mim irritada, pregando-me um sermão :
- Menino insolente , arrogante e mimado .
-Como pudes te alterar o passado ? Daqui a pouco temos cabines telefónicas a andar ! Vou-te transformar numa coruja e só vais sair desse feitiço quando eu quiser …

Oh , meu Deus ! Como podia adivinhar ? Que vergonha transformado numa coruja e a deusa a tirar-me uma fotografia pelo telemóvel …Pouco tempo depois todos aqueles que cunhavam moedas colocavam um mocho com a minha cara … e Ulisses recuperou tudo a que tinha direito …Casa , Trono , Filho , já que a ama de Penélope descobriu uma cicatriz quando olhou para os pés dele … O que foi feito do pai da história ? Ao que parece foi para Haiti de prancha de surf , voando e visitando todos os países do mundo …há quem diga que é desde essa altura que as pessoas acreditam que existe vida inteligente fora da terra … Que estúpidas …
E Homero ? Tornou-se o maior poeta … é por causa dele que vos conto isto tudo …
Como castigo da minha afronta , voltei ao dia em que a nossa professora de Português pede-nos  o final da história de Ulisses

OVO de FOGO Cap . III


O Mundo de  FRed

Fred era um rapaz que sonhava muito,muito mesmo , mesmo até acordado. Dizem que o número treze é o número do azar , mas foi aos treze anos que Fred despertou de um mundo onde os carros e as velhas histórias que lhe eram contadas à noite entre bolachas de manteiga e leite com mel durante as longas noites febris e os meses de Inverno que ele sonhou com o Futebol .
Um dia transformou-se num atleta imaginário , não seria mais aquele menino que era apenas Frederico , mas algo mais imponente e forte seria Fred .
Porque não conhecem nenhum jogador de futebol chamado Frederico ? Frederico é tão grande e distante , parece” um beto “, terá que ser algo mais forte como Fred , ou simplemesmente SUPER FRED .
Foi então que Fred se embrenhou por outro mundo do Futebol ,onde as bolas , as caneleiras,jogadores , os passos, as técnicas , e por fim os treinadores tinham mais claramente um passo e uma técnica , como se fosse uma espécie de xadrdez humano . Ao contrário do Xadrez que apenas era movido por um jogador ou mais , aqui a grande peça móvel e de grande resistência era o potencial dos jogadores. Por isso ele dedicava-se a ser um novo fenómeno , como um artista , um grande mestre nas artes das técnicas do futebol , ou nas grandes estratégias . Ali os passos do xadrez seriam aplicados quando ele fosse treinador . Não um treinador qualquer , mas um treinador como o José Mourinho , mas mais do que isso havia ainda a escolha de cada um desses jogadores . Para ele José Mourinho poderia ser o maior dos profetas , o grande senhor da nova religião , o Futebol .
Mas aqui entraria novamente no seu mundo maravilhoso , onde Jesus o menino seria estranho e teria uma cor avermelhada , em que o falcão estaria ali junto do meu coração . A minha música “ Ser benfiquista “ era o claor dessa mesma religião e um mundo de eterna glória , onde haveriam outros Chapeleiros Loucos , Gatos que riam e os Gémeos Hampty – Dampty .
O Chapeleiro Louco seria transformado pelo senhor daquele café onde nós íamos ver o futebol e tão estranho e tão rídiculo que eu e os meus amigos riamos que nem uns perdidos .
Mas a menina dos meus olhos , a minha princesa encantada , era nada mais do que a Selecção Italiana . A Seleção Italiana ? pensam vocês, grande abuso . Mas tu és português , granda tó-tó “ que me saístes , meu …granda def …ka…ka…kkkkk ( lol … é só rir , ó Puto , eles nem sabem o que é a selecção Italiana)… lol …
Secretamente lógico , se não chamavam-me Traidor . Agora és Italiano , oh puto! Não tens tino nessa cabeça , não ? E eu abanava a cabeça e imaginava coisas , como a grande sensação do futebol português …. E era no meio das grandes confusões que eu imaginava tudo …no meio de um batalhão de soldados ávidos de sangue, e que nas transmissões gritavam o seu uivo , pintavam-se de vermelho e branco , como os homens das cavernas e era ali que a minha vida estava decidida . E o futebol seria obviamente o meu sonho mais precioso … eu queria ser o próximo José Mourinho, queria ser simplesmente o treinador Fred, este era o meu Mundo para lá do País das Maravilhas , tudo começava com um pé, um número o treze e duas letras FC . Frederico Coragem , 13 . Se o Cristiano Ronaldo tem CR 7 . Porque o Benfica não haveria ter o seu ?