fanzine Tertuliando (On-line)

Este "blog" é a versão "on-line" da fanzine "Tertuliando", publicada pela Casa Comum das Tertúlias. Aqui serão publicados: artigos de opinião, as conclusões/reflexões das nossas actividades: tertúlias, exposições, concertos, declamação de poesia, comunidades de leitores, cursos livres, apresentação de livros, de revistas, de fanzines... Fundador e Director: Luís Norberto Lourenço. Local: Castelo Branco. Desde 5 de Outubro de 2005. ISSN: 1646-7922 (versão impressa)

quarta-feira, julho 31, 2013

SANTA MUERTE CAP.08 II TEMPORADA



Quinta dos Zombies

 Na luta pelo poder os mosquitos decidem invadir o consultório do psicólogo quando encontram apenas duas pessoas que falam para o vazio . Vêem-se duas sombras .
- Camaradas quem deve estar ali ...é o pai do psicólogo , a quem a nossa amiga Curgete Funerária Betelleim matou à muitos anos atrás . Escondeu o marido em alto mar para que não fosse descoberta .-disse A Evitar .
- Mas esta aldeia é uma seca , disse o mosquito adolescente . O boné gigante caiu-lhe das antenas ao mesmo tempo que as calças e os boxers caiam-lhe ...
- Amiguinho , tu não és nenhum humano . Também trazes skate ?
- Não , isso já eu faço no meio dos pés dos humanos quando os pico ...
- Saíste-me cá uma prenda ...
- Isso é o fim da picada, disse uma mosquita idosa , pouco adepta de disparates . Na minha adolescência eramos obrigadas a vigiar os campos e avisar os comunistas , as testemunhas de Jeová quando se reuniam para que a pide não os apanhassem. Tinhamos respeito pelos humanos , apenas era a natureza que os ajudava . Os humanos são falsos , dão com cada picada que nem se sente .Ah , que saudades do Mosqueira Saazar !
- Clandestinos, baril !-disse o mosquito .
- Com esse agora que está no poder , nem uma praga de mosquitos ,pintar as portas das casas com sangue ou a abertura do Tejo vai lá ....-disse a velha mosquita .
- Camaradas , temos que resolver isto . Querem ou não matar o Carro Funerário ?
- Desculpe lá , mas como é que podemos nós confiar na Barata Zombie ? É ou não a Barata Zombie ?
Lilth vá de Retro acordou naquele momento . Nesse momento veio em socorro da Mosquita a Evitar :
- O que eu proponho é o seguinte , que demos um antídoto à dona Zombie , chamado "Cio Courgette "...
- Vai passar a maior das vergonhas ....

Consultório dr. Bruno

- Eu sou a morte , conheci esta encomenda uma noite numa discoteca com um rapazinho muito despido , todo musculado fazendo-lhe propostas indecentes dando-lhe como recompensa rebuçados do Doutor Bayar...
- Acho que a coisa deu para o torto ...
-Porquê ? O rapaz entusiasmou-se e correu atrás dela . Ela foi obrigada a fazer streaptease para ele ...
- E... -disseram o surfista
- À frente de todos vestida de carro funerário com asas de morcego... um espectáculo... Imaginem como era a forma do fio dental ...
- Eu acho que posso imaginar ...-disse o surfista .
- Uma faca cheia de teias de aranha que diziam " Curtam a curta "...
- Por amor à Santa !

- Da tua mãe...
- Afinal , quem é você ? Porque ficou a mamã tão aterrorizada ?
- Eu sou o teu pai , sou Frederico Jovem Betelleim ...
- Traduzindo por miúdos para os comuns dos mortais , porque o verdadeiro nome dele é Freud Yung Beteleim - disse a Morte ...
- E você quem é ?
- Sou mesmo a Morte , a sua mãe roubou-me o lugar nesse mesmo dia , eu estava deprimida e ela propos-me uma troca . Ela ficava no meu lugar .
- Pois , foi nesse dia que ela me seduziu em alto mar ...-disse Freud.
- E morreu...
- Pois....e estou aqui para ajustar as contas com o carro funerário

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home