fanzine Tertuliando (On-line)

Este "blog" é a versão "on-line" da fanzine "Tertuliando", publicada pela Casa Comum das Tertúlias. Aqui serão publicados: artigos de opinião, as conclusões/reflexões das nossas actividades: tertúlias, exposições, concertos, declamação de poesia, comunidades de leitores, cursos livres, apresentação de livros, de revistas, de fanzines... Fundador e Director: Luís Norberto Lourenço. Local: Castelo Branco. Desde 5 de Outubro de 2005. ISSN: 1646-7922 (versão impressa)

quarta-feira, março 27, 2013

Santa Muerte Capítulo Primeiro

No meio da chuva , um rato cai dentro de um buraco .
- Olha , está sem cabeça - diz um crocodilo. Alguém o matou - diz ele .
A toupeira olha-o e começa-se a rir.Entre os dois existe uma amizade de muitos anos, quando a toupeira era polícia dos esgotos e investigava os crimes e os desvendava os crimes.
- Só, tu Sobeck. Para me fazeres rir numa hora destas! Ainda dizes que a tua mãe era uma deusa, que te amamentava junto do rio Nilo. Deves estar com a mania que foste alguém na tua vida anterior, ainda por cima dizes-me que ele morreu. Claro que foi morto, todos nós morremos , até os seres humanos. Mas os ratos, foram mortos por mãos humanas. Não foi por fazerem chantagem, não. Foram mortos porque metem nojo às pessoas. Já viste alguém a servido por um rato num restaurante?
- Sim...A toupeira começa a ficar cansada dos disparates do crocodilo e pergunta-lhe :
- Já agora , onde foi que foste servido?
- Eu não fui ...
- Então? Assististe a alguma uma tese na Universidade da Carrapeta? Era só o que mais me faltava! Tu também deves ser como a Lilith Vá de Retro... diz sempre que dava aulas na Carrapeta... Como lhe fizeram a vida negra vê lá tu! Até diz que escreve num blogue Tertuliando com o nome de António Almeida! Aquela também tem a mania que é vidente que vê coisas!Só não espero que ela seja despedida do consultório do dr. Betteleim! Nem com aquele mau feitio o Diabo a queria lá!
- Tu nem me deixas-te acabar onde é que eu vi um rato cozinheiro,caramba! Eu vi no Ratatui!
- Valha-me nossa Senhora da Morte! Ao menos livrava-me de ti, já!
- Ai é assim que vês o princípio de uma investigação? -pergunta-lhe o crocodilo.
- Eu sei que isto é a queda de Nossa senhora dos Portões, os Babilónios vêem aí...
- Porquê?
- Porque eu fui o profeta Jeremias .
- Ah ! Diz ao roto ao nu!
Ocrocodilo aproximou-se do rato e observou que não tinha cabeça, mas tinha as mãos atadas . Junto ao cordel tinha um plástico com umm papel :
" Mas quem é o pai da criança ? Ai quem é o pai da criança "
- Então ? Eu não te dizia ? Olha para isto... então ?
Naquele instante toca um telefone junto dos esgotos :" Então ? Gostaram do meu presente ? Eu sou muito esperta ! Sou a Nossa Senhora da Morte ! Agora toupeira ordeno-te que anuncies a desgraça divina que se irá ababter sobre essa aldeia , porque eu sou a Morte ....e a desgraça vai começar !”
Nossa Senhora dos Portões
- Boa tarde , em que posso ser útil?
- Eu sou a inspectora Emília de rabicó,  e  estes são os meus colegas. Eles  descobriram uma ratazona morta, sem cabeça .Segundo o nosso médico legista , ela morreu segundo uma prática da sua terra!
- Sim , diz Barba Azul.
- Santeria era cubana. A mãe dela baptizou-a com aquele nome, porque era um apratica comum de Voodu naquele país com práticas católicas.
- Só mais uma questão, ela vinha atada de pés e mãos. Sabia se havia alguém que não gostasse dela?
- Bem, tirando os humanos, porque diziam que ela provocava uma série de doenças. Ninguém.
- Ah, ninguém. E como é que explica esta música " Quem é pai da criança? " Ou não acha que eu sei que ele é o João Ratão? Porquê tapar o sol com a peneira? Lá por baixo não sei, mas aqui no mundo da fantasia, eu não vou deixar de maneirinha nenhuma que isto fique assim. Então está à espera do quê? Que lhe faça um desenho? Desembuche homem, não tenho o dia todo!
Universidade da Carrapeta
Carochinha
Título da tese : O degredo da Carochinha no Tribunal de Snto Ofício no Templo de Xamussa pelo peregrino Ratatui
Data da defesa : Chamada telefónica de angariação de clientes pelo Banco Barclays
Antes de ser preso pelo Tribunal de Santo Ofício, Carochinha rompeu com todos os ensinamentos da fé cristã ao receber uma chamada do Banco Martinho Lutero que a levava a protestar contra as missas em latim. Segundo Xana Toc - Toc ela esteve presente no ínicio das descobertas portuguesas, esteve dentro do saco de açúcar que Damião de Góis levava  à actual Bégica. Xana Toc-Toc trabalhadora da Teleperformance obteve mais de 23456 respostas negativas até ler o novo livro de David Soares " A dúvida”.Nesse livro  a autora centra-se  num encontro dos ratos do campo e da cidade e nos discursos filosóficos da época. Ao mesmo tempo, a autora usou toda a filmografia Disney, bombas e veneno. As certezas da autora foram esclarecidas quando apanhou o seu filho João Carocho (drogado e arromador de automóveis) lia a Playboy.
- Fiquei muito chocada com os propósitos do meu menino, até lhe dava dinheiro para o cavalo, mas agora fazer uma javardisse daquelas! Ainda por cima uma rata com um saari! Meu Deus e a comer Xamassussas.Num dos âpendices da tese,  a autora descreve duas oisas: Ratatui transformou-se num monge Budista e entrou consecutivamente nas duas temporadas de Panda do Kong Fu! Fugindo da China Comunista! "
No meio da  defesa , Lilith saiu da assistência para atender um telefonema e diz num tom ameaçador :
-Amiguinhos, começou a minha vingança! Eu chamo-me Lilith Vá de Retro e venho-lhes contar os podres...
Naquele instante, Lilith acorda do sonho e que nos dias  em que dera aulas naquela universidade da  Carrapeta . Aquele ódio , aquela revolta terem-lhe tirado tudo , humilhado , roubado as suas ideias dizendo-lhe que ela havia copiado a tese da colega . Ela  é que fora   a autora do degredo da própria Carochinha , mas tinha uma certezqa para isso , ela lera as fichas da Carochinha do Doutor Bruno . Do  consultório ouve-se a voz do piscólogo que a questiona :
- Lili , já me trouxe as fichas do próximo paciente ? E
- Por acaso até a tenho aqui .
- Dê -me a ficha e chame- a Dona Joaninha Voa -a voa !

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home