fanzine Tertuliando (On-line)

Este "blog" é a versão "on-line" da fanzine "Tertuliando", publicada pela Casa Comum das Tertúlias. Aqui serão publicados: artigos de opinião, as conclusões/reflexões das nossas actividades: tertúlias, exposições, concertos, declamação de poesia, comunidades de leitores, cursos livres, apresentação de livros, de revistas, de fanzines... Fundador e Director: Luís Norberto Lourenço. Local: Castelo Branco. Desde 5 de Outubro de 2005. ISSN: 1646-7922 (versão impressa)

segunda-feira, agosto 22, 2011

Sherazade de volta? Façam as vossas apostas

Depois de termos anunciado o regresso do projecto de Sherazade propomos uma história banal.
O folhetim não necessita de ter uma escrita delirante, maravilhosa ,nem original, não, nada disso. Tem que ser uma história que aproxime todos. É isso que se define pelo género popular, foi isso que António Munõz Molina fez à alguns atrás com O mistério da Cripta ,publicado em português pela extinta Editorial Notícias ou ainda Eduardo Mendonza com a Verdade do Caso Savolta nas letras de Espanha nas Publicações Dom Quixote. Há dois anos atrás frequentei um curso de Literatura Espanhola e Francesa na Faculdade de Letras de Lisboa coordenado pelas Professoras Fátima Mornas e Cristina Ribeiro. Neste curso falou -se deste género folhetinesco com laivos fantásticos cheios de casas assombradas. Noutros países vários autores renovaram este género através dos jornais e mais recentemente pela internet, recriando em cada capítulo tensões capítulo após capítulo. O policial dizem a maioria dos escritores não é um género menor, mas sim, pura e simplesmente um mostrador clínico da sociedade. Como é que conseguimos descortinar uma sociedade se não for através da literatura? Como é que se pode analisar a sociedade se não for através dos costumes e olhar a biografia de um escritor? Muitos livros que li, outros que ouvi comentar nestes últimos anos trouxeram-me a esperança de recriar este mesmo género. Por isso, ousemos sonhar queremos o folhetim de volta. Façam-no e criem um grupo deste género destes no Facebook. Têm coragem? Cá vos esperamos...

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home