fanzine Tertuliando (On-line)

Este "blog" é a versão "on-line" da fanzine "Tertuliando", publicada pela Casa Comum das Tertúlias. Aqui serão publicados: artigos de opinião, as conclusões/reflexões das nossas actividades: tertúlias, exposições, concertos, declamação de poesia, comunidades de leitores, cursos livres, apresentação de livros, de revistas, de fanzines... Fundador e Director: Luís Norberto Lourenço. Local: Castelo Branco. Desde 5 de Outubro de 2005. ISSN: 1646-7922 (versão impressa)

quarta-feira, março 23, 2011

O call- center no tribunal do Santo- Ofício no atendimento aos familiares dos réus dos autos de fé

HISTÓRIA MODERNA


Autor: SALTA POCINHAS NOGUEIRA DE AZEITÃO
Título da Tese: O call- center no tribunal do Santo- Ofício no atendimento aos familiares dos réus dos autos de fé
Júri: Professor Doutor Mau Fígado(Orientador e Arguente ) ( Universidade Ficou a ver navios ) Professora Doutora Tem um mau feitio ( Universidade Pesbiuque, Arguente , Co-Orientadora ) Professor Doutor Ninguém aparece nas minhas almas ( Universidade Rien Personne, Paris )

Salta Pocinha Nogueira de Azeitão decidiu estudar o atendimento dos familiares dos réus dos autos de fé no tribunal do Santo Ofício. Nesse sentido a autora desenvolveu uma nova área dentro do antedimento ao cliente aos familiares dos réus dos autos de fé uma nova área a marketingologia.
Nesse sentido, Salta Pocinhas Nogueira de Azeitão descobriu que nessa altura os inquisidores recebiam os “bufos”e lhes diziam que não aguentavam com os familiares dizendo que eles haviam visto seres no céu.

Nesse sentido surgiriam campanhas de promoção via fogueira para pessoas que acreditavam que eram a Joana de Arc, que tinha ataques epilecticos. Seriam manifestações doDemónio? Apresentar-se-iam novas máquinas bondage? Cigarrinhos nos pelos púbicos? Tubos e choques eléctricos? Seria recebida Santa Teresa de Ávila num clube de sexo onde toca swing para as suas companheiras de luta?

Salta Pocinhas Nogueira de Azeitão leu os processos dos autos de fé e chegou à conclusão de que os inquisidores recebiam as lesões das vítimas e dos trabalhadores desse centro inquisidor. Há que vencer a todo o custo: Prémios! Prémios! Prémios!

Ao longo dos vinte mil processos que Salta Pocinha Nogueira de Azeitão chegou à conclusão de que os inquisidores eram extreterrrestres e que raptavam heréticos, protestantes e membros de novas religiões.

Antes de atingirem a verdadeira dor a Soror Bondage, retirava o cérebro das suas cobaias e lhes dava músicas que cantassem músicas de Bach, Handel reeinventadas pela Madre Ágata, a Irmã Mónica Sintra, a Irmã Ana Malhoa que é uma mistura da Deusa Kali cheia de marcas de cigarros: Tortura Chinesa, Tortura Namban, Tortura Perseguição aos Judeus.

Salta Pocinhas Nogueira de Azeitão chegou à conclusão de que em todos os atendimentos eram descritos como bolas gigantes com a insígnia do Monsenhor OVNI levar as vítimas para o céu até se encontrarem com um divórcio amigável entre os antigos militantes católicos onde consigam obter viagens para o céu encontrando-se com S. Pedro.

No final dos processos de auto de fé e das reclamações a que a autora teve acesso veio a descobrir a uma autêntica obra de ficção científica na qual nunca existiu atendimento ao público.

Salta Pocinhas Nogueira de Azeitão acabou por ser internada no Hospital Psiquiatrico da Univeridade Portuga por acreditar ser a Soror Bondage.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home