fanzine Tertuliando (On-line)

Este "blog" é a versão "on-line" da fanzine "Tertuliando", publicada pela Casa Comum das Tertúlias. Aqui serão publicados: artigos de opinião, as conclusões/reflexões das nossas actividades: tertúlias, exposições, concertos, declamação de poesia, comunidades de leitores, cursos livres, apresentação de livros, de revistas, de fanzines... Fundador e Director: Luís Norberto Lourenço. Local: Castelo Branco. Desde 5 de Outubro de 2005. ISSN: 1646-7922 (versão impressa)

sábado, janeiro 08, 2011

A importância de escrever para o impovo

Ano novo, vida nova! Diz o vox populi!Isso é a mais pura das verdades e isso ninguém me garante que também quem ler este texto pense que esta expresão latina que queira dizar voz do povo,julgue tratar-se do nome de um génerico. Não faz mal,não estou aqui para lhes chamar ignorantes,nem todas aspessoas têm que saber de política,fazer tertúlias ou muito menos fazer apologias ao estado a que isto chegou. Na minha opiniâo, o lazer e as coisas boas da vida e tudo aquilo a que nós temos tendência de criticar, como é o meu caso. Terâo certamente notado alguns desses exemplos nas crónicas anteriores,de um projectoambicioso chamado Projecto Sherazade da qual sairiam alguns textos escritos por mim ou noutros casos recusados por pseudo-jornais de tertúlias científicas com temas alusivamente aos interesses. Ah muto boa gente de esquerda e de direita que veste o mesmo fato de super-herói como Paulo Portas,para se tornarem o seu autêntico arqui-inimigo. Salve-nos o Dexter ao menos ! O que quero dizer com isto que apesar de ter humor,ou um humor ácido ou que me faça parecer tudo menos lógico ou intelegente, porque que facto não o sou e nem se quer tenho a mania de saber tudo.Escrevi e escrevo mal aqui e em qualquer lugar,para que olhem para este blogue , para que saibam o que aqui está e possam contestar. Possam criticar o que está . Que me mandem à merda,que me digam que eu não sei escrever nada,não sei nada da vida , não sei quanto custou a liberdade.Que oiça os meus colegas a rir-se de mim , que me chamem nomes , louco , doente. Ou mesmo até que os meus professores se riem de mim , me chamem fulano nogento , impossível ,insuportável. Que seja ! Tenho consciência disso tudo. Mas que faço todas as coisas onde entro por paixão , por impulso. Posso querer ser o melhor! Porque nunca tive nada nas minhas mãos,mas porque descobri a minha verdadeira vocação . Quando nós temos a verdadeira vocação que não ver a palma da realidade á nossa frente, que temos que usar óculos 3 D e que no fundo isso vai destruir ainda mais a camada do ozono .Que todos os anos são destruuídas mais não sei quantas árvores , para livros que vão ser destruídos porque não são vendidos. Onde é que estão as peneiras ? Será que esses políticos de fraldas que têm quase idade do meu sobrinho lhes escorre a merda pelas perna atrás e têm os paizinhos com um saco de plástico como se eles fossem cãezinhos que têm que ser passeados todos os fins de semana nas docas, discotecas, que comunicam ao facebook, jogam ao solitário para não ficarem solitários ! Ora meus amigos o que é isto ? Porque nos hão de chamar à atenção de como é que nós devemos tomar as nossas rédias,de chicote. Porque um povo como o nosso continua a venerar um homem que não deixou os seus meninos crescer,dizer-lhes que o povo era como autênticas crianças grandes que eles não deviam ter opinião,mas sim pais sérios ! Continuamos a vibrar com parolos que guardam cabras! Pois ganham programas de televisão,porque eternecem o povo,porque é a representação do zé parvinho do Rafael Bordal Pinheiro! Por isso é que é necessário escrever mal, porque ninguém nos lê, ninguém liga a não ser comentado pelos média. Esta é sim a verdadeira razão para escrever, porque gostamos de ser odiados,gozados,começamos por ter sonhos que ninguém entende,criamos universos paralelos e interessamo-nos por tudo. Assim são as crianças grandes,porque todos os seus projectos são birras e os sonhos são manias . Ainal tudo não passa de uma mania de ser português,luso depressionismo - o modo de português de se deprimir.Talvez seja necessário então chamar o Fantasma do Natal Passado, Presente e Futuro. Levarão estes fantasmas MR. Srooge a um sofá do Dr Freud.Volta Gilberto Freire ou será que é o Presidente do Conselho ?

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home