fanzine Tertuliando (On-line)

Este "blog" é a versão "on-line" da fanzine "Tertuliando", publicada pela Casa Comum das Tertúlias. Aqui serão publicados: artigos de opinião, as conclusões/reflexões das nossas actividades: tertúlias, exposições, concertos, declamação de poesia, comunidades de leitores, cursos livres, apresentação de livros, de revistas, de fanzines... Fundador e Director: Luís Norberto Lourenço. Local: Castelo Branco. Desde 5 de Outubro de 2005. ISSN: 1646-7922 (versão impressa)

domingo, abril 19, 2009

Apresentação de Odes de António Salvado em Castelo Branco

 



Alfredo PérezAlencart, Cristina Granada, António Salvado e Paulo Samuel.



António Salvado, Paulo Samuel e Maria de Lurdes Barata.



Alfredo PérezAlencart, Cristina Granada, António Salvado e Paulo Samuel.



Alfredo PérezAlencart, Joaquim Morão, António Salvado e Paulo Samuel.



Alfredo PérezAlencart, Joaquim Morão, António Salvado e Paulo Samuel.

A reportagem fotográfica da apresentação do livro "Odes" do poeta António Salvado, em Castelo Branco, na Biblioteca Municipal Dr. Jaime Lopes Dias (BMCB), no passado dia 17 de Abril de 2009, pelas 21h 30m, no auditório da biblioteca. "Odes" é uma bela publicação de poesia, ilustrada por Costa Camelo, com prefácio de Paulo Samuel, "Edições Caixotim" (2009), patrocinada pela Câmara Municipal de Castelo Branco.
A apresentação esteve a cargo de Alfredo Pérez Alencart, com leituras de Maria de Lurdes Barata.
Cerca de seis dezenas de cidadãos assistiram à apresentação da obra.

Nessa noite a CCT juntou-se à iniciativa com o lançamento dum novo projecto editorial:
http://casacomumdastertulias.blogspot.com/2009/04/papeis-da-sexta-o-novo-projecto.html#links

Duas breves notas:
1) O apoio inequívoco, dado pelo nosso teruliano, o Sr. Joaquim Morão, Presidente da Câmara Municipal de Castelo Branco, sublinhando a importância da revista "Estudos de Castelo Branco",de que é Director António Salvado.
2) A falta de divulgação desta iniciativa, anunciada por nós aqui a 7 de Abril de 2009 (e a 14 de Abril, aqui), o que nos leva a colocar várias questões e que vão de encontro a algumas das nossa preocupações:
Quais são os critérios jornalísticos?
(Povo da Beira, Reconquista, Gazeta do Interior e Jornal do Fundão: NADA)
saiu no "Diário XXI" (... do Fundão) e no diários "As Beiras" (... de Coimbra!)

Mais exemplo do jornalismo "de gabinete"?
 
Reflexo da tal relação umbilical com o poder? 
(a organização foi da autarquia, o livro por ela patrocinado...
não quiseram promover a iniciativa!?)

Mais um exemplo da grande preocupação que a BMCB coloca nas iniciativas que acolhe ou promove: nem folhetos, cartazes, nem funcionários (só o bibliotecário)...
 No site da autarquia, nem uma referência à apresentação da obra!

Que politica municipal para a promoção do livro?
Existe?

Uma livraria municipal, com uma programação criteriosa, com outro posicionamento ao nível da política cultural, é necessária

Etiquetas: , , , , , , , , , , ,

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home