fanzine Tertuliando (On-line)

Este "blog" é a versão "on-line" da fanzine "Tertuliando", publicada pela Casa Comum das Tertúlias. Aqui serão publicados: artigos de opinião, as conclusões/reflexões das nossas actividades: tertúlias, exposições, concertos, declamação de poesia, comunidades de leitores, cursos livres, apresentação de livros, de revistas, de fanzines... Fundador e Director: Luís Norberto Lourenço. Local: Castelo Branco. Desde 5 de Outubro de 2005. ISSN: 1646-7922 (versão impressa)

quarta-feira, julho 27, 2005

Auto de arrolamento dos bens existentes na egreja matriz da freguezia de Penamacor...


Auto de arrolamento dos bens existentes na /

egreja matriz da freguezia de Penamacor, conce- /

lho do mesmo, districto de Castello Branco, rea- /

lisado no dia 6 de julho de 1911.*

Aos seis dias do mez de julho do anno de mil novecentos /

e onze pela uma hora da tarde nesta villa de Penamacor e /

sua egreja matriz onde se achava reunida a Comissão Conce- /

lhia de Inventário organizada nos termos do artigo sessenta e /

tres do decreto de vinte d’abril ultimo sobre a separação da egreja do /

Estado composto do administrador do concelho o cidadão Dou- /

tor Manoel Ferreira de Mattos Rosa, por um homem bom da /

mesma parochia indicado pela Camara Municipal o cidadão /

João Esteves d’Almeida e do secretario de finanças d’este con- /

celho José Maria d’Almeida Ferreira, servindo este de secreta- /

rio e o primeiro de presidente. Pelo dito Senhor presidente foi dito /

que ia começar-se o arrolamento de todos os bens pertencentes à /

mesma egreja, sendo n’este momento apresentado pelo parocho /

da freguezia de Penamacor padre José da Costa Passos um protesto /

escripto que o Senhor presidente leu em voz alta perante a Comissão /

e que é do theor seguinte: (…)

Continua…

QUEREM MAIS?

BREVEVEMENTE… NUM BLOG PERTO DE SI… A PUBLICAÇÃO INTEGRAL.

DEPOIS VIRÁ A EDIÇÃO FACSIMILE A SER PUBLICADA AINDA ESTE VERÃO, DA MINHA RESPONSABILIDADE.

Luís Norberto Lourenço

* Transcrição dum documento manuscrito, inédito, datado de 1911, do Arquivo Pessoal de Luís Norberto Lourenço.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home