fanzine Tertuliando (On-line)

Este "blog" é a versão "on-line" da fanzine "Tertuliando", publicada pela Casa Comum das Tertúlias. Aqui serão publicados: artigos de opinião, as conclusões/reflexões das nossas actividades: tertúlias, exposições, concertos, declamação de poesia, comunidades de leitores, cursos livres, apresentação de livros, de revistas, de fanzines... Fundador e Director: Luís Norberto Lourenço. Local: Castelo Branco. Desde 5 de Outubro de 2005. ISSN: 1646-7922 (versão impressa)

quarta-feira, junho 08, 2005

FINALE*

O preço da verdade é elevado
porque só pode ser coincidente com
a própria coisa

poder-se-ia agora construir de novo
uma espécie de escala de valores
poder-se-ia recomeçar

devíamos passar pelo medo da morte
para nos libertarmos definitivamente
das linguagens indefinidas que nos
ensinaram
essas formas de dizer e não dizer certas coisas
essas formas de nos basearmos em palavras
de classe média

não estamos condenados à mentira
temos alguma liberdade de escolha
mas na maior parte do tempo a escolha é entre
a mentira e outra forma de não falarmos verdade

depois do holocausto toda a mentira é uma ingenuidade
é apenas algo que em nós
colabora com a individualidade

devíamos passar pelo amor ou pela morte de um filho
para nos libertarmos finalmente das nossas
queixas
essas formas de incomodarmos os outros
com a lamentação inútil
com a defesa própria

que costume o de morrer sem termos sido
verdadeiramente humanos
sem termos tido na boca as palavras certas
porque isso é o que os outros esperam de nós
esperam que os reconheçamos
e é aí que os outros começam

devíamos passar pela dor mais inumana
para podermos então ser humanos
para nos relacionarmos com os outros sem intermediários
sem símbolos
sem palavras de classe média
para nos relacionarmos com a realidade
para aspirarmos a conhecer verdadeiramente alguma pessoa.


António Jacinto Pascoal

*Poema publicado no livro "Cello Concerto".

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home