fanzine Tertuliando (On-line)

Este "blog" é a versão "on-line" da fanzine "Tertuliando", publicada pela Casa Comum das Tertúlias. Aqui serão publicados: artigos de opinião, as conclusões/reflexões das nossas actividades: tertúlias, exposições, concertos, declamação de poesia, comunidades de leitores, cursos livres, apresentação de livros, de revistas, de fanzines... Fundador e Director: Luís Norberto Lourenço. Local: Castelo Branco. Desde 5 de Outubro de 2005. ISSN: 1646-7922 (versão impressa)

terça-feira, abril 19, 2005

POEMA PARAPENTE

Nómadas das Terras do Interior
rastejantes dos mares estagnados
cercados de muralhas invisíveis
impressionados pelas ilhas paradisíacas
que o Sol escassamente ilumina

Recolhidos em orações e penumbras
acossados no desalento mental da melancolia
por um povo espectral
desvanecidos de fantasmas e casas assombradas
deambulantes como aranhas
por entre húmidos jardins sagrados
ao abandono

Em Porto da Espada
um parapente paira ébrio
sobre os socalcos do mediterrâneo casario
no céu que o Sol ilumina um parapente
poema audaz e andaluz
em acrobáticas manobras aéreas

Sobre Porto da Espada
que o Sol inquieta
por minha causa
um parapente
um poema
sopro de uma brisa colorida
qualquer coisa que suba em ascensão
aos céus da existência
---aqui em Porto da Espada

Vasco Câmara Pestana

(publicado em Cadernos Periféricos, n.º 5 e Antologia Mínima de Vasco Câmara Pestana, Vasco Câmara Pestana, col. «Poesia», Edições do Interior, 2005)

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home